whatsapp
X
 
Saiba como prevenir 4 problemas nos pneus

Saiba como prevenir 4 problemas nos pneus

Se você dirige há algum tempo, com certeza já teve problemas nos pneus. Afinal pode até não parecer, mas eles estão entre as peças mais sensíveis de um veículo.

Além da sua própria natureza, os pneus ainda se caracterizam por serem uma espécie de “porta-voz” do carro. Normalmente, é por eles que os problemas começam a aparecer.

Por isso, é importante ficar de olho e tentar prevenir alguns problemas nos pneus, se possível.

Para ajudar, listamos a seguir os tipos de problemas mais comuns e como evitá-los facilmente. Portanto, continue lendo!

Os 4 problemas nos pneus mais comuns (e como evitá-los!)

1) Desgaste irregular

Nós já falamos sobre esse problema em um artigo específico anteriormente, mas não custa repetir sobre o desgaste dos pneus.

Naturalmente, o jogo de pneus do seu carro vai se desgastar. Isso é previsto e normal. Existe até o indicador TWI para mostrar esse desgaste.

Todavia o ideal é que o desgaste do pneu seja uniforme, ou seja, toda a peça (e todos os jogos) se desgaste por igual. Se isso não está acontecendo, então existe um problema com o seu carro.

A gravidade da situação vai depender, claro, do desgaste do pneu, variando de simples desbalanceamento da pressão até problemas na suspensão.

Por isso, leia nosso artigo especial linkado anteriormente para entender qual o problema.

A solução vai depender de cada caso, mas, normalmente, tem a ver com a calibração do pneu. Em casos mais sérios, será necessário trocar alguma peça do sistema de suspensão.

2) Escamas no pneu

Você já viu algum pneu com uma aparência meio que escamada? Em vez de ter uma superfície mais ou menos lisa, os pneus ficam com algumas pequenas escamas, como se fossem “cortes” na sua superfície.

Muita gente pode não notar isso por achar que se trata do design da peça, mas na verdade essas escamas não são naturais e sim sintomas de um problema maior.

O pneu escamado costuma ser um problema na suspensão do veículo, que fica desalinhada.

Como ela não está balanceada corretamente, o pneu tem um impacto irregular com a estrada, o que causa o surgimento das escamas.

Os problemas disso são muitos, desde a vida útil do jogo de pneus e da suspensão até perda de estabilidade e controle na direção, passando pela aderência dos pneus na pista.

Para solucionar, é bem fácil: basta solicitar uma inspeção no sistema de suspensão na sua oficina mecânica de confiança. Eles notarão se há algo errado e vão sugerir o reparo.

3) Bolhas

O surgimento de bolhas é um dos problemas nos pneus mais comuns aqui no Brasil. Em parte, por causa dos hábitos ruins dos motoristas.

As bolhas acontecem quando a lona de poliéster que segura o ar dentro do pneu se rompe.

O ar, então, vai para fora e empurra a borracha do pneu no formato da bolha.

Em alguns casos, ela pode ser bem pequena e quase imperceptível; em outros, fica muito grande. Em todos os casos o perigo é enorme.

Se a bolha explodir, pode causar um acidente grave com o seu carro, colocando em risco a sua vida e das pessoas que estiverem com você.

Como já dito, as bolhas surgem quando a lona de poliéster dentro do pneu se rompe. Isso pode acontecer de muitas formas.

Uma maneira, por exemplo, é quando estacionamos o carro com o pneu escorado no meio-fio. Essa pressão vai desgastando a lona e ela pode estourar por causa disso.

Outro exemplo clássico é quando o carro passa em alta velocidade por um buraco. O impacto rompe a câmara interna do pneu e causa as bolhas.

Para evitar as bolhas, não passe por buracos em alta velocidade, não estacione escorado no meio-fio e mantenha seu jogo de pneus sempre bem calibrado. Ou seja: evite impactos muito fortes nos pneus.

Caso você note uma bolha em um dos seus pneus, não hesite em trocar pelo estepe até conseguir comprar um novo na sua loja de pneus de confiança.

4) Pneu careca

O problema número 1 dos pneus em praticamente qualquer lugar no mundo. Rodar com o pneu desgastado é um risco enorme e, não à toa, considerada uma infração gravíssima no Código de Trânsito.

O pneu careca tem menos aderência com a estrada e, por causa disso, dificulta a frenagem, especialmente quando o carro está em alta velocidade.

Além disso, o pneu careca derrapa muito mais em uma pista molhada de chuva, aumentando as chances de um acidente nessas condições.

Para prevenir este problema, não tem mistério: basta ficar de olho no Índice TWI, que mostra o nível de desgaste do seu pneu.

Quando ele chegar ao ponto determinado pelo fabricante, é hora de comprar um pneu novo para instalar no seu carro.

Como deu para ver, existem vários problemas nos pneus, mas a maior parte deles são de fácil prevenção ou correção. Por isso, monitore sempre o estado do seu jogo e contacte seus mecânicos de confiança, caso suspeite que há alguma coisa errada.

Se você gostou deste artigo, não esqueça de curtir nossa página no Facebook e seguir nosso Instagram para conferir outros conteúdos que postamos por lá!

Deixe um comentário

Seu comentário será enviado para moderação.

Desenvolvido por Inside Digital
×