Pneus para motos: tudo que você precisa saber!

Pneus para motos: tudo que você precisa saber!

Comprar pneus para motos não é a mesma coisa que comprar pneus para automóveis. Ainda que eles tenham funções parecidas nos dois tipos de veículos, as diferenças entre os modelos faz com que existam alguns cuidados específicos que devem sempre ser levados em consideração pelo consumidor. Portanto, quem fez a transição de dirigir um carro para começar a dirigir uma moto, precisa se adaptar com cuidado a essa nova realidade.

Se você começou a andar de moto recentemente, seja porque só tinha um carro antes, seja porque iniciou a sua vida de motorista diretamente com uma motocicleta, precisa entender como funcionam os pneus para esse tipo de veículo e de que forma comprá-los quando chegar a hora. Afinal de contas, escolher um pneu para moto é muito diferente de escolher um para carro.

Quer aprender tudo o que precisa saber sobre pneus para motos? Então, siga a leitura do artigo abaixo!

4 pontos sobre pneus para motos para ter em mente

1. Tenha atenção ao tamanho do pneu

Um dos principais pontos para olhar na hora de comprar um pneu para a sua motocicleta é o tamanho da peça. No manual do proprietário da sua moto, há a informação de todos os tamanhos de pneus compatíveis com o modelo. Portanto, só escolha uma alternativa do mercado que esteja na lista, ok?

É comum que muitos pilotos procurem por pneus um pouco maiores do que os que estão na lista, alegando que eles geram “mais aderência” ou deixam a pilotagem mais confortável.

O problema dessas peças é que elas são grandes demais para a moto. Em alguns casos, isso pode fazer com que o pneu fique “raspando” em algumas partes do veículo, o que pode gerar acidentes.

Mesmo nos casos mais simples isso é um problema: um pneu grande demais é mais pesado e faz com que o motor da moto queime mais combustível. Portanto, apenas escolha um produto compatível com a sua motocicleta.

2. Use o mesmo modelo na frente e atrás

Um dos maiores mitos entre os motoqueiros é a ideia de que é possível (e até benéfico) usar modelos diferentes de pneus na roda de trás e da frete da moto. Muitos argumentam que a roda de trás tem necessidades diferentes da frontal e, por isso, se justifica o uso de modelos diferentes.

No entanto, nenhuma fabricante faz um “pneu traseiro” ou “modelo frontal” para as motos. Todos os produtos lançados no mercado são feitos e pensados para serem usados nos dois eixos: o da frente e o de trás.

Os modelos são todos pensados para serem usados em conjunto: o mesmo produto na roda da frente e de trás. Logo, não compre uma opção para cada eixo, pois isso pode atrapalhar a aderência da moto na pista e aumentar os riscos de acidente.

3. Verifique a tabela de calibragem do produto

Muitos pilotos costumam diminuir um pouco a pressão interna do pneu quando estão rodando, especialmente em dias de chuva ou quando a estrada está molhada por qualquer outra razão.

O problema dessa abordagem é que, na verdade, o pneu com pouca pressão não só não aumenta a aderência (como pretendido), mas ainda piora a experiência de direção.

Um pneu de moto com baixa aderência será mais difícil de rodar. Isso faz com que o piloto perca dirigibilidade ao comandar a moto, e também força o motor do veículo, que precisa fazer mais força para rodar. As consequências disso são maior gasto de combustível e perda de vida útil do motor.

Por isso, sempre verifique a tabela de calibragem do pneu na hora de comprá-lo, e nunca ande com ele propositadamente descalibrado, pois isso pode ter consequências negativas.

4. Não use remoldados ou recauchutados

Você já ouviu falar que pneus remoldados ou recauchutados são mais vantajosos? Se sim, tenha cuidado: não só alguém mentiu para você, como pode ter tentado colocar você em risco.

Pneus remold são muito usados em caminhões (quando isso pode ser feito com certa segurança) e em carros (apesar de não ser vantajoso). Para motos, no entanto, eles são proibidos por lei. Isso mesmo: pneus reformados são ilegais em motos.

Se alguma loja oferecer para você, não compre. Os pneus remold podem até ser considerados seguros em carros, mas nunca em motos, por causa do altíssimo risco de algum problema acontecer. E, se você já viu pedaços de pneus de caminhão pela estrada, sabe que os problemas acontecem, sim. E com frequência.

Portanto, não importa o quão barato ofereçam o pneu remold para sua moto, simplesmente não compre! Não só você estará vulnerável a uma ação da polícia, caso seja pego com esse item, como ainda correrá um sério risco de se acidentar.

Pronto! Agora que você viu essas 5 dicas sobre pneus de motos, poderá fazer uma compra mais segura quando precisar. Lembre-se de que um bom pneu para a sua motocicleta é mais do que um conforto ou luxo na hora de pilotar, é uma segurança também. Para quem passa o dia todo em cima de uma moto, ter um pneu ruim significa aumentar muitos os riscos de acidentes.

E aí, gostou do conteúdo? Quer comprar bons pneus para a sua moto? Então, entre em contato com o nosso time agora mesmo para pedir um orçamento com os melhores produtos do mercado!

Desenvolvido por Inside Digital
ATENDIMENTO
(48) 3240 4900
WHATSAPP
(48) 3380 7900
E-MAIL
clique aqui
ORÇAMENTO RÁPIDO