Conheça as principais diferenças entre direção elétrica e direção hidráulica

Quem já teve ou tem um veículo com direção mecânica sabe que fazer uma simples baliza não é uma tarefa assim tão fácil. Devido ao fato de ser uma direção “pesada” e, por isso, exigir um pouco mais de tempo para se manobrar um veículo, esse sistema de direção costuma estar presente em veículos mais acessíveis, já que todo tipo de conforto ou acessório adicional acabam por encarecer um pouco mais o valor final dos carros. Veículos equipados com direção hidráulica ou elétrica significa um volante macio, prontamente obediente e que permite manobras rápidas e sem uso expressivo de força física.

Mas isso, provavelmente, a maioria das pessoas já sabe. Porém, você sabe como o sistema hidráulico e elétrico de direção funcionam? Em termos de experiência, para os motoristas acostumados com a direção hidráulica, a direção elétrica pode representar uma mudança bastante sutil. Porém, é sempre válido conhecer as vantagens e desvantagens de ter um veículo equipado com esse sistema, já que a direção elétrica também agrega mais valor.

Direção hidráulica x direção elétrica

A maioria dos veículos vendidos atualmente possui direção hidráulica. Esse sistema funciona basicamente através de um pistão hidráulico que é conectado à direção e utiliza fluido pressurizado para garantir a assistência e assim girar as rodas. O fluido é movido através de uma bomba conduzida pelo motor, de modo que sempre há utilização de energia, mesmo quando não se toca o volante.

Já no sistema de direção elétrica não há a utilização do pistão ou mesmo da bomba. Para o seu pleno funcionamento, este sistema utiliza-se de um sensor independente de motor e de binário, que pode ser montado na coluna ou na engrenagem de direção. Este sensor é responsável por monitorar a força aplicada para mover as rodas e provê a assistência necessária ao motorista. Trata-se de um sistema mais moderno, que dispensa uma boa quantidade de peças e componentes, deixa o veículo mais leve e, por isso, mais econômico em termos de combustível, sem mencionar a vantagem de não necessitar de energia durante todo o tempo. Em todo caso, é importante, de qualquer forma, sempre fazer uma checagem periódica no seu mecânico de confiança para assegurar de que todo o sistema está funcionando corretamente.

Assim, caso você esteja considerando adquirir um veículo com um sistema de direção elétrica mas não tem certeza se é válido, agora sabe que terá uma ligeira economia de combustível, além de um sistema de direção moderno, que proporciona uma melhor dirigibilidade e também mais leveza nas curvas. Obviamente, o tipo de veículo ideal para você é aquele que lhe atende melhor. Se você não se importa em fazer um pouco de força e já está acostumado com a direção mecânica, não há problema nenhum em adquirir um veículo com esse sistema. Cada motorista possui suas prioridades e nem sempre essas prioridades coincidem. Por outro lado, se você adoraria ter um sistema de direção mais leve, vale a pena pagar um pouco mais para se obter um veículo equipado com a direção elétrica ou hidráulica

Deixe um comentário

Seu comentário será enviado para moderação.

Desenvolvido por Inside Digital