X
 
Escapamento: 7 dicas fundamentais

Escapamento: 7 dicas fundamentais

Popularmente conhecido como escapamento, esse item do carro faz parte do sistema de exaustão, e tem como função a transformação de gases nocivos em menos poluentes, eliminando-os logo após a queima nos cilindros. No entanto, ele também é responsável por minimizar o barulho do motor, evitando que gases tóxicos invadam o interior do veículo.

O escapamento é composto por quatro partes: coletor, catalisador, silenciador intermediário e silenciador traseiro. Todo o sistema de exaustão necessita de uma manutenção preventiva (a cada três meses ou 20 mil km), pois o mau funcionamento de todo esse conjunto de peças podem acabar prejudicando a performance do motor.

Dessa forma, alguns cuidados com esse sistema podem contribuir para o bom funcionamento e consumo do motor, além de manter o nível de ruído de acordo com a regulamentação. Dessa forma, selecionamos sete dicas fundamentais para conhecer um pouco mais sobre o escapamento. Confira a seguir!

7 dicas fundamentais sobre o escapamento

Confira as dicas fundamentais para o bom funcionamento de todo o sistema de exaustão de que o escapamento faz parte:

1 – Combustível confiável

Essa pode ser uma questão meio óbvia, porém o combustível adulterado é, de longe, o maior vilão do sistema de exaustão. Isso porque os solventes utilizados para adulterar a gasolina, ou até mesmo a água colocada no etanol podem corroer as peças metálicas do escapamento. Portanto, o indicado é sempre abastecer em postos de confiança, nos quais se saiba a procedência do combustível.

2 – Cuidados na direção

Choques podem danificar as peças do sistema antes mesmo do prazo de validade. Nesse sentido, um simples trincado pode facilmente evoluir para uma rachadura maior, comprometendo, assim, as partes metálicas. Portanto, o condutor deve sempre estar atento ao passar por alterações nas ruas e rodovias, como quebra-molas e buracos muito profundos.

3 – Coxins e borrachas em dia

As peças que compõem o sistema de exaustão (canos, silenciadores e catalisador) são presas à carroceria do carro por borrachas e coxins. Muitos condutores negligenciam essa parte, porém eles devem ser revisados pelo menos a cada seis meses. O custo desses componentes é bem baixo, no entanto, podem dar um prejuízo maior se romperem e deixarem o escapamento se soltar.

4 – Evite trajetos curtos

O acúmulo de umidade no sistema de exaustão pode fazer com que os silenciadores acabem estragando mais rápido em carros que rodam poucos quilômetros por dia, ou que passam muito tempo parados na garagem. Já em carros que costumam rodar mais, esse acúmulo de umidade é evitado pelo aquecimento do motor. Sendo assim, é recomendado evitar trajetos curtos, que irão causar mais acúmulo de umidade no sistema.

5 – Nunca aposte em adaptações

Independentemente de qualquer situação, nunca aposte em adaptações ou gambiarras. A colocação de peças erradas, como um silenciador, ou ainda a mudança do curso no sistema de exaustão poderá prejudicar outros componentes que estejam em boas condições. E, caso surja a necessidade de troca, procure colocar apenas peças originais de marcas reconhecidas pelas montadoras, buscando por mecânicos de confiança. No caso do catalisador, é indispensável que ele possua o selo de certificação do INMETRO.

6 – Manutenção sempre em dia

Essa dica pode não ser novidade pra ninguém, e ainda serve para o funcionamento geral de todos os componentes do carro. No entanto, é sempre necessário reforçar o quão importante é estar com a manutenção do carro em dia. Por isso, velas, filtros e todo o sistema de injeção devem estar em perfeito funcionamento, para que não prejudiquem o sistema de exaustão do veículo. Além disso, esses componentes necessitam ser substituídos e revisados de acordo com a orientação de cada montadora.

7 – Não fazer o carro pegar no tranco

Consequências graves podem ser geradas apenas pelo fato de fazer o motor do carro pegar no tranco. O comprometimento do catalisador, a peça mais cara de todo o sistema de exaustão, pode ser uma delas. Uma injeção maior de combustível na hora do tranco pode acabar comprometendo a peça.

E aí, você já sabia de todas essas dicas que trouxemos sobre o escapamento?  Para outros conteúdos semelhantes a esse, confira o nosso blog. E, para serviços de qualidade como revisão ou troca de óleo, você encontra aqui, na Casa Grande. Então, entre em contato com a gente para pedir seu orçamento!

Desenvolvido por Inside Digital
ATENDIMENTO
(48) 3240 4900
WHATSAPP
(48) 3380 7900
E-MAIL
clique aqui
ORÇAMENTO RÁPIDO