8 dicas para aumentar a durabilidade do freio

8 dicas para aumentar a durabilidade do freio

O uso incorreto do sistema de freios pode ocasionar danos, diminuindo a vida útil dos componentes.

A durabilidade dos freios do seu veículo depende exclusivamente de uma manutenção periódica e da forma como você dirige. Logo, é muito importante ficar atento aos sinais

Se você escutar barulho de ferros batendo ao pisar no freio, ou ainda se o pedal treme, o ideal seria realizar uma inspeção com urgência em todo o sistema de freio e embreagem.

Para que você não seja pego de surpresa, preparamos algumas dicas para aumentar a durabilidade do seu freio. Confira!

Entenda qual a maneira correta de cuidar dos freios

Cuidar dos freios é uma forma segura de evitar gastos não pontuais com  manutenção. A revisão preventiva cumpre esse papel de mantê-los em bom estado. 

Além disso, você pode tomar alguns cuidados para que seus freios estejam sempre em perfeitas condições. Antes de saber como cuidar do sistema de freios, é importante compreender um pouco sobre mecânica. O freio é composto por pedal, cilindro-mestre e de roda, pistões, pastilhas, tubos de metal, mangueira flexível e fluídos para freios.

Todos esses itens merecem atenção. Então:

  • evite frear de forma brusca;
  • evite dirigir em alta velocidade;
  • jamais desligue o motor com o veículo ainda em movimento;
  • realize a troca do fluído de freio a cada um ano ou 10 mil km rodados;
  • busque por profissionais especializados para realizar a manutenção periódica. 

8 dicas para aumentar a durabilidade dos freios

Como dito anteriormente, a durabilidade dos freios depende de como o motorista dirige e, é claro, das manutenções. Para te auxiliar, separamos 8 dicas que podem ajudar na hora de aumentar a vida útil dos freios, sempre preservando a segurança. Entenda!

1- Evite ficar com o pé no pedal da embreagem

A prática que alguns motoristas têm de descansar o pé no pedal da embreagem afasta o platô do disco, causando o lixamento do item. Quando ocorre esse desgaste, é provocado um superaquecimento do sistema.

2- Saia sempre com o carro na 1ª marcha

Sair com o carro na 2° marcha reduz a longevidade dos discos da embreagem. Portanto, ao parar o veículo engate a 1ª marcha para sair com o carro novamente. 

3-Não freie em curvas

Frear durante uma curva pode retirar o veículo da faixa de rolamento ou ainda travar as rodas. Se necessário, pise levemente no pedal para evitar o desgaste excessivo dos freios por sobrecarregar todo o sistema.

4-Utilize peças de qualidade

A economia pode causar acidentes e, ainda, diminuir a vida útil dos seus freios. Por esse motivo, realize suas compras em lojas autorizadas e de confiança. Evite as peças paralelas, pois elas não são homologadas, o que não garante resistência.

5- Fique atento aos sons diferentes que o veículo emite

Jamais ignore os ruídos que seu carro possa apresentar, mesmo que sejam em situações pontuais. Esses ruídos informam que existe alguma coisa errada, que precisa ser verificada com urgência.

6- Controle o peso do veículo

É comum enchermos o porta malas, muitas vezes com itens desnecessários. Deixar o veículo muito pesado interfere na performance durante a viagem. Essa prática causa danos aos freios e o desgaste dos pneus acaba sendo maior.

7-Use o freio motor

Uma dica é manter o carro engrenado durante as descidas. Essa técnica ajuda a aliviar o sistema de freios. Problemas relacionados ao superaquecimento dos freios são comuns de acontecer com aqueles motoristas que ignoram o freio motor.

8-Quando estiver parado, utilize o ponto morto

Não deixe o carro engatado quando estiver parado em semáforos. Deixe no ponto morto, isso aumenta significativamente a vida da embreagem e dos freios.

Essas dicas servem para manter e aumentar a durabilidade dos freios do seu carro. Não se esqueça que o veículo também precisa de cuidados, faça as revisões regularmente e dentro dos prazos.

Quando é hora de realizar a manutenção nos freios?

É indicado que a manutenção dos freios seja feita quando o carro apresenta barulhos ao frear, pedal muito duro ou colado no assoalho. Esses sinais são básicos para identificar que o sistema de freios precisa de cuidados. Infelizmente, quando esse estágio é atingido, é sinal de que ele já está comprometido.

A recomendação geral é de que a manutenção nos freios seja feita a cada 10 mil quilômetros rodados. Outros sinais podem ser observados:

  • ruídos;
  • dificuldades ao frear;
  • pedal fundo;
  • trepidações;
  • aviso com luzes no painel.

 

Ademais, as especificações do fabricante não devem ser ignoradas. Respeite o prazo da manutenção para evitar acidentes. Assim, você previne o sistema, o desgaste de outras peças e situações mais graves.

Quando observar que atingiu o limite de quilometragem ou notar algum sinal, procure imediatamente uma oficina de confiança com profissionais capacitados. Se for da grande Florianópolis, visite uma das nossas unidades e realize a manutenção preventiva dos freios e veículos.

Desenvolvido por Inside Digital
ATENDIMENTO
(48) 3240 4900
WHATSAPP
(48) 3380 7900
E-MAIL
clique aqui
ORÇAMENTO RÁPIDO