Conheça os nove modelos de carro que menos desvalorizam
  • 2520
  • 0

Conheça os nove modelos de carro que menos desvalorizam

Adquirir um veículo próprio é o sonho de muitas pessoas. Mas você sabia que se a escolha do modelo for malfeita, o proprietário pode ter problemas na hora de vendê-lo ou trocá-lo, principalmente por conta da desvalorização? 

Um dos motivos é que, ao longo do tempo, o valor de mercado do veículo cai. É inevitável: o automóvel já perde valor assim que sai da concessionária. Por isso, pesquisar sobre qual modelo menos desvaloriza é uma ótima dica na hora de comprar um carro.

A fim de ajudá-lo, listamos neste artigo alguns modelos que menos perderam valor. Mas lembramos que esses dados podem sofrer alterações, já que o mercado não é estático e, a todo o momento, surgem lançamentos, deixando os modelos mais antigos para trás.

Por que os veículos desvalorizam?

É importante saber que a desvalorização de um veículo ocorre de uma forma muito veloz. Isso porque, ao sair da concessionária, mesmo sendo 0 km, ele já começa a perder valor imediatamente. Estima-se que aproximadamente 10% do seu valor seja perdido no momento da compra. Este índice pode sofrer variações, pois tudo depende da oferta e demanda por determinado carro.

Essa desvalorização ocorre também por causa da expectativa de vida útil dos automóveis, fazendo com que todos os anos eles sofram descontos devido aos desgastes ocasionados pelo tempo de uso. Outro ponto que acaba desvalorizando o veículo é o seu estado de conservação (quanto mais avarias apresentar, mais o valor será diminuído).

Nove modelos de carro que menos desvalorizam

Como falado, a desvalorização de um carro é um aspecto de grande importância para o motorista, afinal, ninguém quer perder dinheiro na hora de realizar a venda ou troca, não é mesmo?

A seguir, listamos os nove veículos que menos desvalorizam nos últimos períodos e que não saem de moda, de acordo com um estudo realizado pelo Centro de Pesquisas de Preços de Veículos Kelley Blue Book (KBB).

1. Toyota Corolla

O veículo apresenta um valor de mercado alto, passando dos R$ 125 mil na sua versão mais atual. No último ano, o Corolla apresentou uma queda de apenas 8,9%.

2. Renault Kwid

A KBB anunciou o Kwid como o automóvel de melhor revenda em 2021. A premiação indicou o carro como destaque da categoria ao registrar uma desvalorização de 22,09%, sendo o mais vendido no ano.

3. Chevrolet Onix

Este modelo segue como o mais vendido em todo o país. O impacto mercadológico é tanto que fica difícil imaginar esse popular desvalorizado. Sendo o favorito de muitos motoristas, ao invés de perder valor, conseguiu um aumento de 1,84% no último ano.

4. Nissan Versa

O Versa apresentou, em 2019, uma depreciação de 16,17%, o que mantém o veículo com uma baixa desvalorização na hora da  revenda. Em 2021, o modelo foi responsável por aproximadamente 20% das vendas ao mês, mantendo uma média de 1.600 unidades.

5. Honda Fit

Ao sair da concessionária, o Honda Fit apresenta uma desvalorização de 9,4% ao longo dos primeiros 12 meses de uso. Mas esse número é baixo, pois o veículo não conta com concorrentes à altura.

6. Fiat Argo

A desvalorização média do veículo em 2021 foi de 2,85%. Esse baixo índice só foi possível, pois o modelo apresenta preços de compra atrativos e uma diversidade em opções de acabamento.

7. Toyota Hilux

A picape da Toyota apresentou uma desvalorização de 9% no primeiro ano fora das vitrines. O preço desse carro está cada vez mais alto, podendo passar dos R$ 260 mil e, mesmo assim, é um veículo bastante procurado.

8. Honda Civic

Mais um da família Honda com baixa desvalorização, a média do Civic é de 9,5%, mantendo os sedans no pódio de veículos que menos apresentam desvalorização de mercado.

9. Volkswagen Polo

Com um porta-malas enorme, apresentou uma desvalorização de 1,63% no ano de 2021. A sua versão 2022 promete cinco opções de acabamento e quatro de motores. Seu valor pode chegar a R$ 127 mil e, com tanta inovação, dificilmente terá queda na desvalorização.

Como calcular a desvalorização de um veículo?

Entender e descobrir o valor que o carro está perdendo engloba alguns fatores. Geralmente a tabela Fipe é utilizada como referência para esse cálculo. Ela indica o valor médio de cada veículo na hora da revenda.

A avaliação começa pelo ano em que o veículo foi fabricado – quanto mais antigo, mais desvalorizado. Além disso, a quilometragem também é importante. Muitos motoristas optam por um veículo pouco rodado justamente por valer mais e ser mais fácil na hora de revender.

Os cuidados que o motorista tem com o veículo, a situação da documentação e o estado de conservação são outros pontos que devem ser considerados na hora de calcular a desvalorização do automóvel.

Ademais, adquirir um carro em bom estado é a forma mais positiva para que ele não perca valor ao longo do tempo. 

E não se esqueça: ao comprar um carro, realize uma manutenção preventiva. Nós, da Casa Grande Auto Shopping, garantimos os melhores profissionais para o serviço que você precisa.

Desenvolvido por Inside Digital
ATENDIMENTO
(48) 3240 4900
E-MAIL
clique aqui
ORÇAMENTO RÁPIDO